Ninguém é uma lha

img-20190117-wa0001

Em uma reunião de gala, com fins beneficentes, em Monte Carlo, Sylvia Moran – uma bela atriz de cinema – profere algumas palavras. Poucos anos mais tarde, quando esta mulher alcança grande sucesso com seu último filme, ela é acusada de homicídio. O motivo que a levou a praticá-lo é um enigma para o promotor, o juiz e o advogado de defesa quando a própria Sylvia insiste em se acusar do crime.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s