O belo, o lúdico e o místico na catequese

img-20190117-wa0001

‘O Belo, o Lúdico e o Místico” –  expressão usada pelo querido Padre Libânio no Jornal de Opinião há algum tempo – foi captada com imensa sensibilidade pelos “irradiadores do mistério”, as queridas Inês Broshuis e Lucimara Trevizan e também Edward Neves M. B. Guimarães. Eles a tomaram como uma “semente de mostarda” e cuidaram dela para que produzisse os frutos saborosos que agora temos em mãos. Precisamos perceber que será justamente através do Belo, do Lúdico e do Místico que conheceremos a tonalidade, o timbre e o hálito da voz do Bom Pastor.

Por estas páginas nós seremos levados a um novo olhar, de que tanto necessitamos. Olhar capaz de escutar as aspirações mais profundas do coração humano. Mergulharemos num jeito novo de ver as coisas, percebendo que a experiência cristã não é um tratado acadêmico conceitual, mas é existencial e envolve a vida toda. Então, o Espírito do Pai irá imprimindo em nós os mesmos sentimentos do Cristo Jesus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s